sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Pipis (moelas ao molho de tomate e cerveja)

Imagem: Dos autores do Pão e Cerveja

O magnífico blog Tertúlia de Sabores completou dois anos, de muito sucesso, diga-se de passagem, no último dia 20 de novembro. Na ocasião, a sua autora, a inspiradíssima Moira, promoveu um passatempo, aonde convidava a todos os leitores a sentar-se à mesa do Tertúlia. Para tal, eles teriam que escolher e elaborar uma das receitas postadas e publicar os seus resultados nos seus respectivos blogs, mencionando que estavam participando do passatempo do 2º Aniversário do Tertúlia de Sabores.

Eu, diante do pouco tempo que me resta para ler os blogs amigos, os quais não leio com a freqüência que gostaria, somente soube do convite em dezembro. Mas antes tarde do que nunca... Como eu já havia elaborado, uma das receitas do Tertúlia de Sabores, e já fazia algum tempo, prometi à Moira que a publicaria aqui no Pão e Cerveja. Entretanto, elaborei novamente a receita no mês passado, sendo as fotos que ilustram esta postagem deste último preparo.

A receita elaborada chama-se Pipis, denominação dada a um ensopado de miúdos de frango, que pelo que aprendi, trata-se de um petisco, comum em Portugal, servidos nos bares e consumido com pão, conforme o comentário da Moira:

“Caro Jean Claudi,
Fiz uma breve pesquisa mas não consegui encontrar a origem deste nome, desde sempre que o ouvi chamar assim e creio que o mesmo nome é usado de norte a sul do país. Certo é que este petisco aparece em qualquer tasca (boteco) do país e não tem grandes variações na receita, embora há quem os faça com cerveja e se experimentar vai ver que ficam igualmente bons. Come-se durante todo o ano, acompanhado com pão estaladiço e uma cerveja fresquinha.Experimente, e como se diz em Portugal: - Que lhe faça bom proveito!
Um abraço
Moira.”

A receita do Tertúlia utiliza dentre outros ingredientes, o vinho, porém conforme comentário da Moira, pode-se também utilizar cerveja. Que deixa, hein? Que bebida, ou melhor, que ingrediente interessante!!

A Moira tentou encontrar a origem do nome, o que também fiz antes elaborar esta postagem, porém nada encontrei. Buscando ajuda nas páginas do dicionário Aurélio aqui de casa, me deparei com a palavra Pipi, cujo um dos significados é: “qualquer ave, especialmente galinácea”. Pelo que indica o dicionário, a palavra é um vocábulo onomatopéico, derivado da palavra “pio”, ou seja, sua origem é o som emitidos pelas aves. Interessante...

Bem, segue a receita com as minhas adaptações:

Pipis
Imagem: Dos autores do Pão e Cerveja

Ingredientes:
- 1 Kg de moela de frango;
- 1 cebola média picada;
- 2 dentes de alho picados;
- 1 folha de louro;
- 1 garrafa long neck (355 ml) de cerveja “pilsen” (utilizei Kaiser Gold);
- 1 lata de polpa de tomate;
- 1 pimentão picado;
- Sal a gosto;
- Cebolinha verde picada;
- Óleo de soja (para frigir a cebola e o alho);
- Água (se necessário).

Modo de preparo:
1) Lave e limpe as moelas. Reserve-as;
2) Aqueça um fio de óleo de soja numa panela;
3) Adicione a cebola e os alhos e deixe-os frigirem;
4) Adicione a polpa de tomate, o louro e o pimentão e deixe levantar fervura;
5) Após, adicione as moelas e a cerveja e deixe, novamente, levantar fervura;
6) Tampe a panela e deixe em fogo brando até as moelas cozinharem. Observe o cozimento e, caso necessário, adicione água para evitar a queima do molho e das moelas;
7) Adicione a cebolinha picada e sirva.

Observações:
- Prato simples e extremamente saboroso, pelo menos para quem gosta de moelas. Aqui em casa sou o único fã;
- Utilizei uma cerveja mais maltada, porém não percebi o gosto da cerveja na receita. Creio que a moela por ter um sabor forte, acaba anulando o sabor da cerveja;
- Fica a pergunta: Será que fica melhor com vinho?

Obrigado Moira, por compartilhar a receita. Fica aqui registrada a singela homenagem ao 2° aniversário do Tertúlia de Sabores.
.

16 comentários:

Pratos da Bela disse...

Hummmmmmm
gostei
Jinhos

Rodrigo Campos disse...

Olá Jean,

Não poderia deixar de cmentar sobre este post. Adoro moela de frango! Não sabia desse nome pipi!

Abraço.

Jean disse...

Prezada Bela e Rodrigo,

Que bom que vocês gostaram.
Também sou fã de moelas, Rodrigo. Também sou fã de fígado. Aliás, aqui em casa, de fígado todos somos fãs.

Obrigado pela visita ao Pão e Cerveja. Voltem sempre.

Um abraço,

Jean Claudi.

moranguita disse...

eu gosto mnuito e com um pao para molhar nesse molhinho e ca uma marailha
beijinhos

Moira disse...

Jean Claudi,
Muito obrigada e fico feliz que tenha gostado.
Já vi que também gostas de fígado, para a próxima experimenta fazer com moelas, fígados, corações e percoço de frango, vei ver que ainda fica melhor, eu é que não gosto de fígados.
Tanto faz usar vinho ou cerveja, a diferença é pouca ou nenhuma, eu tanto uso um como outro.
Pela foto essas moelas ficaram perfeitas.
Um abraço
Moira

Jean disse...

Prezada Moranguita,

O molho realmente ficou uma maravilha, mas sou suspeito pra comentar. Obrigado pela visita ao Pão e Cerveja. Volte Sempre.

Um abraço,

Jean Claudi.

Jean disse...

Prezada Moira,

Não há o que agradecer. Aliás, sou eu quem lhe deve agradecer pela receita, pelas dicas e pelas histórias que aprendemos sobre as comidas que elaboramos.
Que bom que você achou as moelas perfeitas!!
Um abraço,

Jean Claudi.

Ela disse...

Eu adoro moela! Comi ontem na casa de minha mãe. Tenho receio de eu mesma prepará-la e não saber limpar direito. Abraços, Ela

Pão, Bolos e Cia. disse...

Eu gosto muito de moelas, são um óptimo petisco. Já fígado não é comigo.
Ficaram com lindo aspecto e a receita é semelhante à que faço.

Jean disse...

Prezada Ela,

Se você comprar moelas de uma boa marca, elas praticamente vem limpas, basta tirar o excesso de peles e gorduras... deixe esse receio de lado...
Mas, com certeza, ninguém consegue competir com a comidinha de mãe...
Um abraço,

Jean Claudi.

Jean disse...

Prezado Pão, Bolos e Cia.,

Obrigado pelo elogio! Além do aspecto, o sabor também ficou muito bom. Pena que não possamos (ainda!!) sentir sabores e odores pelo monitor...
Um abraço,

Jean Claudi.

Anônimo disse...

Não poderia deixar de cmentar sobre este post. Adoro moela de frango! Não sabia desse nome pipi!

viagra disse...

Thanks for the nice blog. It was very useful for me. Keep sharing such ideas in the future as well. This was actually what I was looking for, and I am glad to came here! Thanks for sharing the such information with us.

Pipoka disse...

As moelas já estão cozidas vamos ao resto!!

Hoje vai ser moelas em molho de tomate com batatinha frita e arroz de coentros, acompanhados de uma bela saladinha de alface!!!

Obrigada pela partilha! Adorei :D

Beijokas
Pipoka

Jean disse...

Olá, Pipoka,
Moelas sempre caem bem, para quem as aprecia, certamente.
Obrigado pela visita.
Abraço,
Jean Claudi.

Anônimo disse...

o vinho seca, deitar no fim!moelas com vinho tinto fica mais denso com branco mais suave1gostos para todos