domingo, 27 de junho de 2010

Pão-Careca

Imagem: Dos autores do Pão e Cerveja

Li a receita deste pãozinho no Pão, Bolos e Cia., blog de um inspirado português que nos brinda com uma diversidade de receitas e dicas interessantes, as quais sempre que posso, atrevo-me a reproduzir. 

No entanto, a receita utilizada pelo Pão, Bolos e Cia., foi baseada na receita "Pãezinhos Rápidos" do Dia de Domingas, blog de uma brasileira que mora na Alemanhã, que nos oferece receitas testadas e aprovadas nas suas experiências culinárias nos finais de semana.

Na postagem dos "Pãezinhos Rápidos", o Dia de Domingas, nos indica a fonte da receita: Chefkoch. Pelo que pude averiguar, o Chefkoch é um site alemão de receitas e afins (corrijam-me se eu estiver equivocado!), cuja receita original não consegui localizar, em virtude dos meus restritos conhecimentos da língua alemã.

A receita aqui publicada foi adaptada em relação à do Pão, Bolos e Cia., seja pela mudança de ingredientes e métodos de elaboração.

Pão-Careca:

 Imagem: Dos autores do Pão e Cerveja
 Ingredientes:
  • 500 gramas de farinha de trigo;
  • 10 gramas de fermento biológico seco instantâneo (um pacotinho);
  • 50 gramas de açúcar;
  • 4 gramas de sal refinado;
  • 150 gramas de leite morno;
  • 2 ovos;
  • 75 gramas de margarina derretida;
  • Para untar e enfarinhar a forma: óleo de soja e farinha de trigo;
  • Para acabamento dos pães: 1 colher de chá de café solúvel em pó dissolvida em 2 colheres de chá de água; 1 colher de sopa de margarina derretida.
Modo de preparo:
  • Derreta a margarina (numa panela ou no micro-ondas) e reserve;
  • Misture os ingredientes secos (farinha, fermento, açúcar e sal) num recipiente, evitando o contato direto do fermento com o sal;
  • Adicione o leite morno e os ovos, homogeneizando a massa;
  • Adicione a margarina derretida e misture até incorporá-la à massa;
  • Sove a massa sobre uma mesa ou bancada até obter ponto de véu (desenvolvimento do glúten);
  • Boleei a massa, colocando-a para fermentar numa vasilha tampada (com a própria tampa, filme de PVC ou pano de prato) até dobrar de volume;
  • Sove levemente a massa, eliminando as bolsas/bolhas de gás formadas na fermentação, homogeneizando a massa;
  • Modele os pães de acordo com a vontade do padeiro (eu boleei a massa em  12 pãezinhos com aproximadamente 80 gramas, conforme sugestão do Pão, Bolos e Cia.) e coloque-os sobre uma assadeira previamente e levemente untada com óleo de soja e enfarinhada com farinha de trigo;
  • Deixe os pães modelados crescerem em local livre de correntes de ar, tampando-os com um pano de prato ou outro artefato, até dobrarem de volume;
  • Pincele levemente sobre os pães a mistura de café solúvel e água;
  • Asse-os em forno pré-aquecido a 180 graus por 45 minutos ou até dourarem;
  • Após o cozimento, com os pães ainda quentes, pincelar levemente margarina derretida.
Notas:
  • O café é utilizado para dar um bronzeado especial ao pão;
  • A margarina confere um aspecto mais brilhante;
  • Dependendo do gosto ou da criatividade do padeiro, pode-se suprir o café e a margarina, ou ainda, utilizar outros ingredientes para a obtenção de efeito semelhantes ou ainda diferentes: solução de água com açúcar, gema de ovo, clara de ovo, ovo etc.
Os pãezinhos apresentaram-se bem: bom aspecto; massa suave; excelente sabor, levemente adocidado. Uma excelente pedida para o pão nosso de cada dia.
.

6 comentários:

AndreaDomingas disse...

Oi Jean!

Puxa, seus pães ficaram tão lindos quanto os do Renato(Pão, Bolos e Cia)! Parabéns!

O site de onde copiei esta receita é um site alemão de trocas de receitas, assim como temos no Brasil, o Cybercook. Copiei tudo direitinho, só não utilizei a gema de ovo para pincelar, porque fica mais econômico usar o truque da minha tia: pincelar com café e depois manteiga. Legal, não é? Uso esse truque bastante para outras receitas também.

Obrigada por dar os créditos ao Dia de Domingas!

Um grande abraço,

Andréa

Pão, Bolos e Cia. disse...

Estão muito bonitos, muito redondinhos, muito profissinais :)
É realmente uma boa sugestão e quando os faço e sobram para o dia seguintes, continam macios. Também já os congelei depois de arrefecidos e ficam iguais no fim de descongelados.
Boa semana.

Moira disse...

Oi Jean,
Seus paezinhos ficaram com um aspecto guloso.
Gostei da dica do café utilizada pela Domingas, creio que inclusivé dá para desenhar motivos nos pães deixando-os com um aspecto bem diferente. Vou guardar para experimentar num destes dias.
Um abraço

Jean disse...

Prezada Andréa,

A dica do café é sim muito interessante. Que bom que você gostou dos pães. Não há o que agradecer, sou eu quem lhe agradece por compartilhar a receita.

Abraço,

Jean Claudi.

Jean disse...

Prezado Pão, Bolos e Cia.,

Obrigado pelo elogio! Vindo de você, que faz belíssimos pães, o elogio é ainda melhor.

Ainda não tive a oportunidade de congelar, pois nunca sobram... e nem sei se terei a oportunidade para tal, a não ser que eu faça uma grande produção.

Obrigado pela visita.

Um abraço,

Jean Claudi.

Jean disse...

Prezada Moira,

A dica do Dica de Domingas é realmente muito interessante e, como você sugeriu, é possível utilizar o café para desenhar. Por que, não?

Obrigado por visitar o Pão e Cerveja.

Abraço,

Jean Claudi.